Guaran: é assim que seria se Pokémon tivesse uma região baseada no Brasil


Ao longo desses 20 anos de franquia, depois de explorar o Japão, a França e os Estados Unidos, todo treinador Pokémon já sonhou pelo menos uma vez com um jogo baseado no Brasil. Felizmente não foi preciso esperar pela boa vontade da Game Freak, pois um artista brasileiro tomou a iniciativa e está criando uma região inteira baseada no nosso país. E assim nasceu Guaran, que com suas lendas  e uma Pokédex inédita para completar, vai fazer você enxergar o mundo dos Fakemon com outros olhos.

Pra quem não sabe, o universo dos Fakemon é bem popular. Existem mangás, comunidades na internet e até vários jogos dedicados a seguir uma jornada capturando esses Pokémon feitos por fãs. O lado bom é que dá pra exercitar a criatividade enquanto criamos linhas evolutivas baseadas naquele animal que nunca recebeu atenção da Game Freak, e também abre a possibilidade de imaginar uma evolução para monstrinhos injustiçados e esquecidos.


Eu já vi vários projetos para criar regiões baseadas no Brasil, mas o que me chamou a atenção nesse é que o artista (Jin Lopes, que você não pode deixar de seguir no Instagram) analisa tudo para manter um controle de qualidade e assegurar que cada detalhe, desde os designs até a distribuição de tipos, esteja a altura de algo oficial. Obviamente criar algo dessa magnitude sozinho levaria uma eternidade, por isso esse é um projeto colaborativo onde os interessados submetem suas criações em concursos de desenho organizados de acordo com um tema. Todo o processo é feito no grupo do Facebook do projeto.

Novo, porém familiar

Como todas as outras regiões Pokémon, Guaran tem a sua própria Pokédex. Nesse caso, trata-se da Holodex, que tem esse nome por exibir as informações sobre os monstrinhos em projeções tridimensionais. Essa pulseira lembra o Mega Ring de Kalos, mas além do espaço para a Mega Stone possui também capacidade de realizar chamadas entre os treinadores.


Para os acompanhar em sua jornada, os treinadores podem escolher entre os iniciais: Jagan, baseado nos gatos selvagens que habitam as savanas, sua última evolução é inspirada no deus do trovão na crença Tupi, por isso temos o tipo Planta/Elétrico; Nekora, a cobra Fogo/Dragão que tem a linha evolutiva baseada na anaconda e na lenda do Boitatá; e Smoquid, o tipo Água/Veneno parente da lula-vampiro-do-inferno 😱.


Não são apenas os inciais que parecem ter uma inspiração mais sombria. Os lendários de Guaran, conhecidos como As Seis Aberrações, compartilham uma história obscura de brigas entre deuses e são baseados em algumas das mais famosas figuras do folclore brasileiro. Cada lendário é a representação de uma lenda diferente, e suas histórias são dignas de servir como roteiro para qualquer jogo oficial da franquia.


Também temos os Pokémon pássaros de rotas iniciais, roedores e insetos comuns a todas as versões. Aqui eles representam a fauna local sob a forma de cacatuas, quatis e os famosos soldadinhos. Até mesmo os fósseis vem de criaturas que habitaram a América do Sul na Pré-História. Todo esse cuidado em fazer algo coerente reflete na qualidade das criações. Dificilmente você vai olhar para um desses Fakemon e dizer que não gostou ou que não parece um Pokémon. O projeto já chamou atenção até de grandes canais do YouTube, como o LeeGengar, que fez alguns vídeos sobre isso.


Isso (ainda não) é tudo, pessoal

Enquanto meu sonho de viajar por Guaran em uma hack ROM de Pokémon Flesh/Bones não se realiza, eu continuo acompanhando o projeto no Facebook e participando dos concursos de desenho. Está sendo uma excelente experiência, porque posso observar o estilo de outros artistas e me levou a estudar o design dos Pokémon oficiais para identificar padrões e tentar criar algo fiel. Também é uma boa oportunidade de colocar em prática o que aprendi com Pokémon Art Academy.


E você, conhece alguma lenda ou animal tipicamente brasileiro que deveria inspirar algum Pokémon? Não deixe de compartilhar sua opinião nos comentários.

Comentários